Brasil vai propor exclusão da Venezuela do Mercosul

BRASÍLIA, 4 AGO (ANSA) - Um dia antes de receber os ministros das Relações Exteriores do Mercosul, o chanceler brasileiro Aloysio Nunes informou que o governo vai propor a suspensão da Venezuela do bloco sul-americano.   


"É intolerável que nós tenhamos no continente sul-americano uma ditadura. Houve uma ruptura da ordem democrática na Venezuela.   


E, por consequência, o Brasil vai propor que ela seja suspensa do Mercosul até que a democracia volte", escreveu em postagens em sua conta no Twitter.   


Nunes ainda ressaltou que "um governo democrático não pode conviver, de braços cruzados, com uma ditadura ao nosso lado".   


A fala do político brasileiro refere-se à instalação da Assembleia Constituinte na Venezuela, ocorrida nesta tarde, e que teve uma votação criticada pela maior parte das potências mundiais. A oposição acusa o pleito de ter sido fraudado.   


Apesar do tom brasileiro, a proposta deve enfrentar resistência dentro do bloco, especialmente, do governo uruguaio. Apesar de Brasil e Argentina estarem alinhados na questão sobre a Venezuela, não há consenso dentro do grupo para uma suspensão - como foi visto recentemente na reunião entre os chefes de Estado do bloco em Mendoza no dia 21 de julho. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos