Papa Francisco lamenta morte de ex-arcebispo de Milão

MILÃO, 5 AGO (ANSA) - Morreu neste sábado (5), aos 83 anos, o ex-arcebispo de Milão cardeal Dionigi Tettamanzi, informou a Igreja Católica. O religioso liderou uma das mais importantes dioceses italianas entre os anos de 2002 e 2011 e estava doente "há anos".   

Em uma mensagem enviada a Milão e aos familiares de Tettamanzi, o papa Francisco lamentou a morte de um dos "mais amados" cardeais italianos, que era um "pastor solícito e especialista em ética".   

"Penso com afeto e lembro com gratidão a intensa obra cultural e pastoral afetuosa desse irmão benemérito que deu testemunho com alegria do Evangelho e serviu docilmente a Igreja", escreveu o Pontífice.   

Jorge Mario Bergoglio lembrou que Tettamanzi tinha um especial apreço "aos temas da família, do matrimônio e da bioética, da qual era particularmente especializado". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos