Após 16 anos, NY identifica vítima de atentado de 11/9

NOVA YORK, 8 AGO (ANSA) - Depois de quase 16 anos, foram identificados os restos mortais de uma das vítimas dos atentados terroristas de 11 de setembro de 2001, contra o World Trade Center, em Nova York. De acordo com médicos legistas norte-americanos, trata-se da primeira nova identificação desde março de 2015, quando as autoridades conseguiram determinar a identidade do jovem Matthew David Yarnell, de 26 anos, originário de Nova Jersey, que também morreu no ataque cometido pelo grupo terrorista Al-Qaeda, sob ordem de Osama bin Laden.   

A nova vítima cujo corpo conseguiu ser identificado via DNA é um homem, mas seu nome ainda não foi revelado. "A identificação desta nova vítima foi feita através de análises de amostras de DNA de restos recolhidos durante 2001 e 2002", informou a polícia de Nova York. As amostras de DNA são usadas pelos legistas para tentar identificar ainda 2.753 pessoas que morreram na queda das Torres Gêmeas. Até hoje, 1.641 pessoas foram identificadas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos