Terremoto na China deixa cerca de 20 mortos e 250 feridos

PEQUIM, 9 AGO (ANSA) - As autoridades de Sichuan, na China, informaram na manhã desta quarta-feira (9) que subiu para 19 o número de mortos por causa de um forte terremoto que atingiu a região na noite de ontem (8). Ao todo, ao menos 247 pessoas ficaram feridas, sendo que 40 delas apresentam "condições críticas" de saúde.   

No entanto, por conta da grande destruição causada pelo fenômeno, ainda não se sabe exatamente quantas pessoas estão desaparecidas e as equipes de buscas trabalham incessantemente para localizar sobreviventes. Estima-se que mais de 100 mil casas foram danificadas pelo fenômeno.   

De acordo com dados do Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), o tremor foi registrado às 21h20 (hora local) e a apenas nove quilômetros de profundidade. O sismo teve magnitude de 6.5 graus na escala Richter e foi um dos mais fortes dos últimos anos.   

As primeiras informações apontam que, ao menos, cinco mortos eram estrangeiros já que a cidade de Jiuzhaigou, onde havia a maior concentração de pessoas, atrai muitos turistas por conta de suas belezas naturais.   

- Novo terremoto: Os números não incluem aqueles que ficaram feridos em outro tremor registrado na manhã de hoje, no condado de Jinghe, em Xinjiang, próximo à fronteira com o Cazaquistão. O novo sisma de 6,6 graus na escala Richter foi registrado às 7h27 (hora local) e três pessoas teriam ficado feridas.   

De acordo com dados do USGS, o hipocentro do tremor foi registrado a cerca de 20 quilômetros de profundidade e foi seguido por uma série de réplicas que duraram cerca de 12 minutos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos