PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Prefeita de Roma faz nova troca em seu gabinete

23/08/2017 17h05

ROMA, 23 AGO (ANSA) - A prefeita de Roma, Virginia Raggi, anunciou nesta quarta-feira (23) mais uma mudança em seu gabinete e confirmou a demissão do secretário de Finanças da capital da Itália, Andrea Mazzillo, que estava no cargo desde outubro de 2016.   

Ele será substituído por Gianni Lemmetti, que, segundo Raggi, terá a função de viabilizar o projeto que levou o partido antissistema Movimento 5 Estrelas (M5S) a comandar a maior cidade do país. "Dou as boas-vindas na minha equipe a Gianni Lemmetti. A partir de hoje, ele se ocupará do orçamento e das contas de Roma", escreveu a prefeita no Facebook.   

Lemmetti ocupava havia três anos o cargo de secretário de Finanças de Livorno, município toscano que também é governado pelo M5S. Durante a manhã, Mazzillo havia dito à imprensa que não tinha nenhuma informação de que seria demitido pela prefeita, como alguns jornais especulavam desde o início da semana.   

Na última terça-feira (22), o ex-secretário teve uma reunião com Raggi, que não o comunicou sobre sua saída durante o encontro.   

No entanto, a demissão já era esperada. Entre o fim de julho e o começo de agosto, Mazzillo criticou publicamente algumas nomeações feitas por Raggi sem informá-lo.   

Em situação financeira caótica há vários anos, Roma já contabiliza quatro secretários de Finanças desde a posse da primeira prefeita de sua história, o que motivou críticas da oposição.   

"Continuam os recordes negativos de Virginia Raggi. Com Roma à beira de um calote, Raggi encontra tempo para fazer a enésima troca no gabinete", disse o vice-presidente da Câmara dos Deputados da Itália, Roberto Giachetti, derrotado por Raggi nas eleições de 2016.   

Desde que assumiu o poder, a prefeita já promoveu diversas trocas em sua equipe e se tornou alvo de uma investigação por abuso de poder e falso testemunho em algumas nomeações. O inquérito já foi concluído pela Procuradoria da República em Roma, e Raggi corre o risco de ser denunciada. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional