PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Na França,mais de 60% rejeitam reforma trabalhista de Macron

28/08/2017 15h52

PARIS, 28 AGO (ANSA) - Um estudo apontou nesta segunda-feira (28) que 63% dos franceses não confiam no projeto de reforma trabalhista defendido pelo presidente do país, Emmanuel Macron.   

Segundo a pesquisa, 56% dos entrevistados acreditam que a reforma irá frear as contratações no país, enquanto oito entre 10 franceses estão convictos de que as ruas do país estarão repletas de manifestações contrárias à reforma nos próximos meses.   

Os dados foram coletados pela Odoxa e publicados hoje pela "RTL", em uma pesquisa realizada entre os dias 24 e 25 de agosto.   

No entanto, a pesquisa mostrou que ainda há um grande consenso sobre o governo de Macron entre os simpatizantes de seu partido, o República em Marcha!, sendo que 89% deles afirmam aprovar as medidas do mandatário. Já a aprovação cai entre os simpatizantes das outras siglas: entre Os Republicanos cai para 41%, entre os eleitores de partidos à esquerda cai agora 29% e de simpatizantes do Frente Nacional, de extrema-direita, é de apenas 11%. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional