PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Na UE, chanceler Aloysio Nunes discute Mercosul e Venezuela

30/08/2017 14h23

SÃO PAULO, 30 AGO (ANSA) - A alta representante para a Política Externa e Segurança da União Europeia, Federica Mogherini, recebeu nesta quarta-feira (30) em Bruxelas o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Aloysio Nunes, e ambos discutiram o acordo comercial entre UE e Mercosul e a situação política da Venezuela.   

Os representantes "reiteraram seu compromisso com as negociações" de um acordo de comércio entre os dois blocos e ressaltaram que ele "pode levar a um acordo político antes do fim do ano, sob a presidência pró-tempore do Brasil" no Mercosul.   

"O acordo irá providenciar uma base sólida para reforçar nossa cooperação internacional e em problemas multilaterais", informa a União Europeia sobre o encontro.   

Segundo a nota oficial, Mogherini e Nunes ainda debateram o desenvolvimento da parceria bilateral entre Brasil e União Europeia, que completa 10 anos em 2017, e que resultou "em um forte mercado e relações de investimentos, ciências, tecnologia e cooperação em pesquisas, e o trabalho conjunto em direitos humanos, meio-ambiente, clima, energia e governança da internet".   

Atualmente, a União Europeia é a região do mundo que mais investe no Brasil, com um intercâmbio comercial que atingiu cerca de US$ 64,4 bilhões no ano passado. Já a nação sul-americana representa o mercado mais importante para o bloco europeu na América Latina.   

Ainda de acordo com a entidade europeia, os dois reforçaram seus compromissos em combater os efeitos do aquecimento global.   

Outra pauta debatida na reunião desta quarta foram as questões relacionadas à Venezuela. Tanto o governo brasileiro como os membros da UE condenaram duramente a convocação de uma Assembleia Constituinte pelo presidente Nicolás Maduro e tem um discurso semelhante sobre a crise no país vizinho.   

Em vários pronunciamentos, ambos pediram que a ordem democrática fosse restabelecida na Venezuela e que novas eleições fossem convocadas para tentar levar paz à nação.   

Com o encontro com Mogherini, o chanceler brasileiro encerra seu giro pela Europa, que contou com reuniões com ministros na Grã-Bretanha e na França, além de comissários da UE. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional