PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Itália registra segundo caso de estupro em praia de Rimini

31/08/2017 10h13

RIMINI, 31 AGO (ANSA) - A polícia italiana prendeu nesta quinta-feira (31) um marroquino de 34 anos de idade acusado de estupro e extorsão em uma praia de Rimini. Os crimes ocorreram na noite de ontem (30), em Marina Centro. Um casal de Parma passeava pela praia, por volta das 17h locais, quando o marroquino roubou o celular da mulher e obrigou a italiana a segui-lo. O marido logo correu para telefonar para a polícia. Quando os agentes chegaram ao local, encontraram o marroquino nu, sob efeito de álcool, tentando estuprar a vítima. No último fim de semana, uma turista polonesa sofreu um estupro coletivo na praia de Miramare, em Rimini. Ela estava acompanhada de um amigo, que foi brutalmente agredido pelo grupo de quatro homens que a estuprou.   

O mesmo grupo também estuprou, no mesmo dia, uma transexual peruana, além de tentar agredir outro casal de turistas em Rimini. A polícia ainda está à procura dos quatro criminosos. As autoridades creem que eles sejam estrangeiros, provavelmente do norte da África. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional