Após comprar Neymar e Mbappè,Uefa abre investigação contra PSG

ROMA, 1 SET (ANSA) - A Uefa, a entidade que gerencia o futebol europeu, anunciou nesta sexta-feira (1) que abriu uma investigação formal sobre o Paris Saint-Germain (PSG) por conta do chamado "fair play financeiro".   

A diretiva europeia tem diversos pontos, entre os quais, o fato de que um clube que dispute torneios no continente não tenha dívidas trabalhistas, pague os salários em dia e, o que atinge o PSG, não gaste mais em negociações do que aquilo que arrecada.   

"A Câmara de Investigação do órgão de controle financeiro sobre os clubes da Uefa abriu uma investigação formal sobre o Paris Sain-Germain no âmbito do monitoramento dos clubes submetidos às regras do fair play financeiro", informa a entidade em nota.   

"A investigação se concentrará sobre a conformidade do clube com o requisito de 'break-even', em particular, à luz das recentes atividades de mercado", destacou ainda o comunicado que ressalta que o "fair play financeiro" é um "mecanismo de controle crucial, que visa garantir a sustentabilidade econômica do futebol europeu para clubes".   

Além de fazer a maior transação da história do futebol mundial com a compra do atacante brasileiro Neymar, o PSG anunciou ontem (31) a contratação por empréstimo do jovem atacante Kylian Mbappè do Monaco. O "empréstimo" por um ano foi usado como uma "tática" para evitar uma punição da Uefa, já que o time terá a opção prioritária de compra no ano que vem.   

As duas contratações, 222 milhões de euros e 180 milhões de euros, respectivamente, são as maiores da história do futebol mundial. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos