Viagem de Papa a Colômbia será marcada por apelos de paz

CIDADE DO VATICANO, 4 SET (ANSA) - Por Fausto Gasparroni - O papa Francisco inicia na quarta-feira (6) uma viagem para a Colômbia que não só coroará o acordo de paz alcançado, após 50 anos de conflitos, com a guerrilha Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), mas que também levará uma mensagem de paz ao continente natal do líder católico. Jorge Mario Bergoglio, eleito Papa em 2013, já incentivou a intermediação de vários acordos de paz, entre eles o de Cuba e Estados Unidos, e assumiu um papel decisivo nas regociações entre o governo colombiano e as Farc. Entre os dias 6 e 11 de setembro, Francisco se reunirá com autoridades políticas e religiosas na Colômbia, mas também celebrará missas com mensagens de reconciliação e de que é possível alcançar a paz. Os reflexos da visita do Papa já estão sendo vistos. O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, anunciou hoje (4) um cessar-fogo com outro grupo guerrilheiro ainda em atuação no país, o Exército de Libertação Nacional (ELN). Assinado em Quito, no Equador, o acordo vigorará até 12 de janeiro, enquanto também ocorrem negociações de paz com o ELN.   

Será a 20ª viagem ao exterior de Francisco como líder católico e a terceira de um Papa à Colômbia, após Paulo VI em 1968 e João Paulo II em 1986. Ele visitará quatro áreas do país: a capital Bogotá, a cidade de Medellín, Villavicencio e a colonial Cartagena. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos