Facebook diz que contas falsas russas pagaram por anúncios

NOVA YORK, 7 SET (ANSA) - A rede social Facebook informou na noite desta quarta-feira (6) que contas falsas ligadas à pessoas na Rússia pagaram cerca de US$ 100 mil em anúncios com cunho político durante os últimos dois anos.   

Segundo a nota oficial, as propagandas não tinha mensagens voltadas para a campanha eleitoral dos Estados Unidos em si, mas inseriam informações sobre "mensagens sociais e políticas divisórias" no país, como temas ligados às questões raciais e de LGBTs, de imigração e sobre armas de fogo.   

Todos esses assuntos foram muito sensíveis durante o embate entre democratas e republicanos nas campanhas primárias e presidenciais. Ao todo, entre junho de 2015 e maio de 2017, cerca de 470 falsas contas criaram por volta de três mil anúncios nesse período.   

"Nossas análises apontam que essas contas e essas páginas eram ligadas a um ou mais pessoas provavelmente na Rússia", informou o Facebook. A rede social está atuando em conjunto com uma investigação nos EUA que investiga a relação entre lideranças russas e o comitê de campanha do atual presidente, Donald Trump. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos