Italiano vira 'heroi' ao salvar neta de enchente em Livorno

ROMA, 11 SET (ANSA) - Duas pessoas estão desaparecidas em Livorno, na Itália, devido às chuvas e enchentes que atingiram a província no fim de semana e provocaram a morte de seis pessoas. Os desaparecidos são Gianfranco Tampucci, de 67 anos, e Martina Bachini, de 34 anos, cujo marido foi salvo ontem pelas equipes de resgate, ao ser encontrado agarrado a troncos para sobreviver em meio à inundação. As autoridades da Toscana enviaram equipes de busca aquática e um helicóptero para auxiliar nas operações dos bombeiros. Foram mandados reforços das cidades de Arezzo, Florença, Grosseto, Lucca, Massa e Siena. Além de encontrar as duas pessoas desaparecidas, a prioridade das equipes é liberar as vias e ruas afetadas pelas enchentes e deslizamentos. Os rios Ardenza e Maggiore transbordaram entre sábado e domingo, após uma chuva que durou horas e invadiu dezenas de casas e edifícios. Outras regiões do centro e do noroeste da Itália também foram afetadas. Avô heroi- Em meio à tragédia em Livorno, uma história de heroísmo comoveu os italianos. Um avô morreu nas enchentes para conseguir salvar sua netinha, Camilla, de 2 anos.   

O italiano Roberto Ramacciotti, de 65 anos, vivia com toda sua família no andar térreo de uma casa em Livorno, a qual foi invadida pelas águas.   

O jovem casal Glenda Garzelli, de 36 anos, e Simone Ramacciotti, de 37 anos, morreu nas inundações, mas o avô Roberto conseguiu salvar sua netinha com a ajuda de um vizinho. Ele tentou voltar ao imóvel para resgatar também seu outro neto, Filippo, mas não conseguiu. A criança de 4 anos também faleceu, assim como toda a família. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos