Australiana denuncia marido por ter pornografia infantil

ROMA, 12 SET (ANSA) - A deputada australiana Rachel Carling-Jenkins revelou nesta semana que denunciou à polícia o próprio marido por armazenar pornografia infantil no computador de sua casa.   

Aos 42 anos, a parlamentar afirmou que ao descobrir as imagens foi junto com seu filho até uma delegacia. Após a denúncia, o homem foi preso e condenado a quatro meses de prisão. "Meu casamento terminou imediatamente. Saí de casa no mesmo dia em que descobri o que estava acontecendo e não voltei, exceto quando fui buscar alguns pertences", explicou Carling-Jenkins .   

A política do partido Conservadores Australianos disse que nunca havia suspeitado que seu marido fosse viciado em pornografia infantil. "Não me arrependo, como mãe ou esposa, de ter denunciado esse crime horrível que ocorreu na privacidade do meu lar", acrescentou.   

"Os rostos de muitas delas ficarão gravados em minha memória para sempre. Rezo para que a polícia possa identificar e resgatar tantas vítimas pobres, desamparadas e vulneráveis.   

Essas meninas não seriam abusadas se pessoas como meu ex-marido não criassem um mercado", ressaltou a deputada.   

Segundo Carling-Jenkins, o marido se negou a assinar os papéis do divórcio e até mesmo fechar um acordo sobre as propriedades do casal. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos