Padre raptado por terroristas é libertado no Iêmen

CIDADE DO VATICANO, 12 SET (ANSA) - O padre indiano Tom Uzhunnalil, que havia sido raptado por extremistas islâmicos no dia 4 de março de 2016 no Iêmen, foi libertado nesta terça-feira (12), confirmou o Vaticano.   

O religioso trabalhava em uma missão no país, devastado por uma guerra civil, e atuava na Casa de Idosos cuidada pelas irmãs de Madre Teresa de Calcutá em Áden. No dia 4 de março, a entidade sofreu um ataque dos terroristas e 16 pessoas morreram - incluindo quatro religiosas missionárias. Os extremistas, então, raptaram o padre salesiano.   

"A Santa Sé agradece vivamente todos aqueles que se empenharam em seu reencontro, em particular, Sua Majestade, o sultão do Omã, e as autoridades competentes do Sultanato. O religioso agora será hóspede por alguns dias da comunidade salesiana de Roma para depois partir para a Índia novamente", diz uma nota oficial do Vaticano.   

Já o bispo Theodoro Mascarenhas, secretário-geral da Conferência Episcopal da Índia, afirmou à agência católica Fides que, além de "expressar profunda gratidão a Deus" pela libertação de Uzhunnalil, "é preciso agradecer o empenho pessoal do papa Francisco, que usou toda a sua influência" para a "feliz conclusão desse caso".   

Nenhum grupo confirmou o rapto do religioso, mas o país tem organizações ligadas tanto aos terroristas da Al-Qaeda como do Estado Islâmico em seu território.   

Desde fevereiro de 2014, o Iêmen está dilacerado por uma guerra civil, entre membros do grupo rebelde Houthis e forças oficiais apoiadas por países árabes. Com o conflito interno, outros grupos extremistas também entraram no território do país, agravando ainda mais a guerra.   

Estima-se que 10 mil pessoas já tenham morrido por conta dos conflitos, além de mais de três milhões terem sido obrigadas a abandonar suas casas. Além disso, o país enfrenta um surto de cólera que já atingiu 500 mil pessoas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos