Absolvição de policial que matou negro nos EUA gera protestos

WASHINGTON, 16 SET (ANSA) - As autoridades dos Estados Unidos afirmaram neste sábado (16) que ao menos 10 policiais ficaram feridos durante um protesto em Saint Louis, em Missouri, contra a absolvição de um ex-policial branco que matou um jovem negro em 2011.   

De acordo com a polícia, pelo menos 23 pessoas foram presas após os confrontos que tiveram início nesta sexta-feira (15). Na tentativa de conter os manifestantes, os agentes de segurança usaram gás lacrimogêneo e balas de borracha.   

Segundo as autoridades, diversos patrimônios público e privado foram danificados. A manifestação ocorreu devido a decisão do tribunal de St. Louis que absolveu o ex-policial Jason Stockley, 36 anos, pela morte do jovem de 24 anos, Anthony Lamar Smith.   

Em 2011, o rapaz foi baleado durante uma perseguição policial e não resistiu aos ferimentos. O ex-agente atirou apenas porque se sentiu ameaçado. Na ocasião, ele disse que viu Smith - suspeito de traficar drogas - segurar uma arma. No entanto, o objeto não aparece nas imagens gravadas por testemunhas.   

Para o juiz Timothy Wilson, a acusação apenas mostrou uma "dúvida razoável". Após a decisão favorável ao réu, cerca de 600 pessoas tomaram às ruas da cidade e foram até o tribunal. Os militantes gritaram palavras de ordem como "sem justiça, sem paz" e chamaram Stockley de assassino. Esta não é a primeira vez que os cidadãos norte-americanos fazem protestos por questões raciais. Recentemente, a cidade de Charlottesville, na Virgínia, foi palco de uma manifestação, que deixou três pessoas mortas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos