Polícia prende 2º suspeito de ataque no metrô de Londres

LONDRES, 17 SET (ANSA) - As autoridades britânicas prenderam neste domingo (17) um segundo suspeito de ter ligação com o ataque a estação Parsons Green, em Londres, o qual deixou pelo menos 30 feridos na última sexta-feira(15).   

De acordo com a Scotland Yard, o homem tem 21 anos e foi detido em Hounslow, na periferia da cidade, pouco antes da meia-noite local. Ontem (16), a polícia britânica prendeu o primeiro suspeito, um jovem de 18 anos, em Dover.   

Segundo o jornal "Mirror", citando fontes, o rapaz seria um refugiado sírio "adotado" pelo casal de idosos Penélope e Ronald Jones, que residem em Sunbury-on-Thames, em Surrey. Durante o sábado, a polícia fez buscas pela região e esvaziou preventivamente casas vizinhas a um determinado imóvel não revelado.   

Ainda de acordo com a publicação, recentemente o jovem já havia sido detido pela polícia, mas foi libertado. Além disso, as fontes relatam que o segundo homem sírio é "muito silencioso".   

O ataque ao metrô de Parsons Green ocorreu na última sexta-feira (15), quando um artefato de fabricação caseira foi detonado parcialmente em um vagão da linha District Line, que leva ao bairro de Wimbledon. O explosivo estava dentro de um balde branco embrulhado em uma sacola de supermercado.   

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, elevou o nível de alerta nacional para crítico - que significa que um atentado pode ser iminente. Com o aumento do alerta, centenas de agentes foram implantados em locais estratégicos para reforçar a segurança como rede de transporte e estádios de futebol.   

Das 30 vítimas apenas três ainda permanecem internadas. Na ocasião, diversas pessoas relataram que a situação gerou pânico e confusão. Além disso, vários passageiros sofreram queimaduras no rosto. O ministro do Interior britânico, Amber Rudd, afirmou após encontro com o comitê de segurança antiterrorismo que ainda é cedo para dizer se as pessoas que estão atrás do ataque ao metrô já eram conhecidas dos serviços de segurança. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos