Apesar de vantagem, Merkel nega que eleição esteja definida

BERLIM, 19 SET (ANSA) - Apesar do amplo favoritismo para conquistar seu quarto mandato consecutivo, a chanceler alemã, Angela Merkel, tratou de acalmar seu eleitorado em uma entrevista nesta terça-feira (19).   

"Eu quero me dirigir a todos: as eleições não estão decididas. O CDU [União Democrata-Cristã, seu partido]não tem nenhum voto garantido. E falo também para o CSU [União Social Cristã]", disse em entrevista à "RTL".   

O temor de Merkel é que um baixo comparecimento às urnas possa dar vantagem a partidos opositores, como o Alternativa para Alemanha. No entanto, se nas últimas eleições os representantes da extrema-direita representavam uma "ameaça", as pesquisas apontam um enfraquecimento do AFD.   

Segundo uma pesquisa do Instituto Emnid, publicada pelo jornal "Bild", o AFD tem cerca de 10% do apoio nas urnas - enquanto a coalizão de Merkel tem entre 36 e 38% e o Partido Social Democrata (SPD), de Martin Schulz, tem entre 20% e 23%. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos