'Jogos de Guerra' da Rússia preocupam Ocidente

SÃO PAULO, 20 SET (ANSA) - Chegou ao fim nesta quarta-feira (20) os chamados "jogos de guerra" promovidos pelo governo da Rússia com a vizinha Belarus.   

Iniciada no dia 14, a operação "Zapad" promove simulações de situações de conflitos e foram acompanhadas de perto pelo presidente russo, Vladimir Putin, na última segunda-feira (18).   

A cada quatro anos, os dois Exércitos fazem essas simulações para treinar contra ataques terroristas simultâneos, invasões de militares "inimigos", entre outros exercícios.   

No entanto, apesar de ser uma simulação, a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) reforçou sua presença nas fronteiras da Lituânia e da Polônia, que fazem fronteira com os treinamentos.   

O temor é que as tropas usem esse treinamento para fazer uma invasão real nos países próximos.   

No entanto, o governo de Belarus emitiu uma nota nesta quarta em que informa que "não há razão" para temer os exercícios militares. De acordo com os governantes, chega a ser "não profissional" que países do Ocidente critiquem a operação, já que todos eles fazem exercícios militares conjuntos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos