Prefeito de Milão pode ser processado por falsidade material

MILÃO, 20 SET (ANSA) - A Procuradoria-Geral de Milão pediu que o atual prefeito de Milão, Giuseppe Sala, seja processado por falsidade ideológica e de material durante a realização de obras para a Expo Milão 2015. Na época, Sala era o CEO do evento italiano.   

No entanto, os procuradores retiraram a acusação de fraude em leilão de compra para a chamada "Piastra dei Servizi", o mais importante local do ponto de vista econômico do evento.   

Sala começou a ser investigado em dezembro do ano passado, tendo se afastado do cargo de prefeito durante um breve período. Os procuradores receberam denúncias de que houve corrupção e fraude nas licitações envolvendo as obras para a Expo 2015. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos