PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Rival de Putin volta a ser preso por convocar protesto

29/09/2017 16h00

MOSCOU, 29 SET (ANSA) - O blogueiro e líder de oposição Alexei Navalny foi detido nesta sexta-feira (29), em Moscou, enquanto seguia para uma manifestação contra o presidente da Rússia, Vladimir Putin.   

Nas redes sociais, Navalny disse que foi bloqueado assim que atravessou o portão de sua casa. "Era como um filme", disse. Já a Polícia, citada pela agência "RIA Novosti", afirmou que a detenção foi motivada pelos "repetidos convites para eventos não autorizados" feitos pelo político.   

Nos últimos meses, o blogueiro vem convocando uma série de manifestações anticorrupção nas principais cidades da Rússia, a maioria delas qualificada como "ilegal" pelas autoridades. Essa foi a terceira detenção de Navalny apenas em 2017 e, recentemente, ele também sofreu um ataque com tinta.   

O rival de Putin quer se candidatar à Presidência nas eleições de 2018, mas a Comissão Eleitoral já afirmou que não há "nenhuma possibilidade" de isso acontecer. Em maio passado, Navalny foi condenado a cinco anos de prisão, com pena suspensa, por ter subtraído US$ 500 mil em madeira de uma empresa pública em 2009.   

O oposicionista alega que não sofreu um processo "justo". Após ter sido detido nesta sexta, Navalny divulgou um vídeo convidando seus apoiadores a não desistirem das manifestações.   

"Participem por princípio, para protestar contra a obtusidade, a imbecilidade e a degradação de nosso país", disse.   

Ele deve passar a noite atrás das grades e comparecer a um tribunal neste sábado (30). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Internacional