Extrema direita protesta contra visita do Papa a Bolonha

BOLONHA, 30 SET (ANSA) - O movimento de extrema direita CasaPound realizou um protesto contra a visita do papa Francisco à cidade de Bolonha, no norte da Itália, que acontecerá neste domingo (1º), por causa de seu apoio à "imigração sem limites".   

Na madrugada deste sábado (30), membros do grupo penduraram em um viaduto uma faixa com os dizeres: "O jus soli é o espírito cristão? Bergoglio, aprove-o no Vaticano!". O protesto faz referência a uma recente mensagem do líder da Igreja Católica em defesa do direito à nacionalidade de filhos de estrangeiros nascidos fora de seu país.   

A declaração foi dada em meio aos debates sobre uma lei que pode mudar as regras de concessão de cidadania na Itália. Atualmente, estrangeiros podem se tornar italianos por meio do "jus sanguinis" ("direito de sangue"), mas uma proposta do centro-esquerdista Partido Democrático (PD) prevê a introdução do "jus soli" ("direito ligado ao território") na legislação.   

De acordo com o texto, crianças estrangeiras nascidas no país também terão direito à cidadania, desde que sejam respeitados alguns requisitos. Um deles exige que pelo menos um dos pais tenha residido legalmente na Itália por um período mínimo de cinco anos.   

O projeto enfrenta forte oposição de movimentos de extrema direita, já que, no futuro, poderia beneficiar os filhos das centenas de milhares de refugiados e migrantes forçados que chegaram à península nos últimos anos.   

"O motivo de nosso desacordo é a linha do Papa Bergoglio que encoraja a imigração sem limites e apoia a aprovação do jus soli, à qual CasaPound é firmemente contrária. Além disso, o Papa Bergoglio é líder espiritual e soberano absoluto do Estado do Vaticano. É inaceitável que ele intervenha na política de outro Estado", diz um texto publicado pelo movimento no Facebook.   

"É natural se perguntar por que ele não acolhe solicitantes de refúgio e presenteia estrangeiros com a cidadania vaticana, algo que certamente teria a faculdade de fazer", acrescenta a mensagem. A visita de Francisco a Bolonha será realizada neste domingo e inclui um "almoço de solidariedade" com pobres, detentos e refugiados. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos