Lazio é punida por coros racistas de torcedores

ROMA, 03 OUT (ANSA) - Devido aos cânticos racistas contra atletas do Sassuolo no último domingo (1º), a Lazio jogará suas duas próximas partidas em casa pelo Campeonato Italiano sem parte de sua torcida.   


A decisão foi tomada pelo tribunal desportivo do país e pune os ultras que ocupam a "curva norte" do Estádio Olímpico de Roma, onde se concentram os torcedores organizados da equipe biancoceleste.   


Os alvos dos gritos racistas da torcida da Lazio eram os jogadores Claud Adjapong, italiano de origem ganense, e Alfred Duncan, este nascido em Gana. As ofensas foram registradas aos 31 minutos do primeiro tempo e aos 32 do segundo.   


Dessa forma, os torcedores da "curva norte" não poderão assistir no estádio às partidas contra o Cagliari, no dia 22, e a Udinese, em 5 de novembro. Essa não é a primeira vez que a torcida da Lazio sofre punições por conta de coros racistas. A última havia sido no derby contra a Roma, no dia 30 de abril.   


(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos