Trump visita sobreviventes de tiroteio em Las Vegas

WASHINGTON, 4 OUT (ANSA) - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, visitou nesta quarta-feira (4) a cidade de Las Vegas, que no último domingo (1) foi palco do maior tiroteio registrado na história do país, onde 59 pessoas foram mortas e mais de 500 ficaram feridas.   

"Este é um dia muito triste para mim, pessoalmente", disse à imprensa o chefe de Estado norte-americano antes de deixar a Casa Branca.   

Na companhia da primeira-dama Melania, Trump se encontrou com sobreviventes da tragédia no hospital University Medical Center (UMC) e elogiou os médicos que trabalharam no atendimento às vítimas. "Estou muito orgulhoso de ser norte-americano hoje.   

Todos aqui fizeram um trabalho incrível, é um tributo ao profissionalismo", ressaltou.   

"Vi pessoas terrivelmente feridas, muito mal mesmo, porque elas tentaram ajudar outras pessoas. Convidei os feridos para visitar a Casa Branca", acrescentou Trump.   

No último fim de semana, o norte-americano Stephen Paddock, de 64 anos, hospedou-se no 32º andar do resort Mandalay Bay, onde tinha uma vista privilegiada para cerca de 22 mil pessoas que assistiam o festival de música country "Route 91 Harvest", e usou mais de 42 armas, entre pistolas e fuzis, para atirar contra a multidão. Durante a visita de pouco mais de três horas, Trump evitou, mais uma vez, citar o debate do porte de armas no país. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos