Após críticas de Trump,Kim Jong-un elogia seu programa nuclear

ROMA, 8 OUT (ANSA) - Após receber críticas do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, fez elogios ao seu programa nuclear e promoveu sua irmã a membro suplente do politburo, comitê político do governo norte-coreano.   

Na noite deste sábado (7), Jong-um disse que se orgulha de que seu país continue desenvolvendo o seu "valioso" programa nuclear. "As armas nucleares da República Popular Democrática da Coreia são um valioso fruto da sangrenta luta do seu povo por defender o destino e a soberania do país das prolongadas ameaças nucleares dos imperialistas norte-americanos", afirmou.   

As declarações foram feitas durante o Comitê Central do Partido dos Trabalhadores da Coreia após Trump usar sua conta no Twitter para criticar a relação das administrações anteriores da Coreia do Norte e afirmar que "apenas uma coisa vai funcionar" para diminuir as tensões com o país, sem especificar o que seria. "Presidentes e suas administrações têm conversado com a Coreia do Norte há 25 anos, acordos feitos e uma enorme quantidade de dinheiro paga não funcionaram, acordos foram violados antes que a tinta secasse, fazendo os negociadores dos EUA de tolos.   

Desculpe, mas apenas uma coisa vai funcionar", escreveu.   

Na última semana, o republicano já havia informado que o secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, estava perdendo tempo ao tentar negociar com Jong-um, a quem ele apelidou de "Little Rocket Man" ("Pequeno Homem do Foguete", em tradução livre).   

Nos últimos meses, Jong-un realizou dois lançamentos de mísseis que cruzaram o mar do Japão e conduziram seis testes nucleares.   

Como resposta, Trump ameaçou "destruir totalmente" a Coreia do Norte para garantir a segurança do país e seus aliados na região.   

Durante a reunião, que acontece pelo menos uma vez por ano, a irmã mais nova do líder norte-coreano, Kim Yo-jong, foi eleita como um dos novos membros do politburo do Comitê permanente do Partido, em um sinal de que está ganhando cada vez mais poder e presença no regime norte-coreano.   

A reunião ocorreu em relação à comemoração do 72º aniversário da fundação do Partido dos Trabalhadores da Coreia, considerada uma das datas mais importantes do calendário norte-coreano. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos