Espanhóis voltam às ruas de Barcelona contra independência c

BARCELONA, 8 OUT (ANSA) - Milhares de pessoas voltaram às ruas de Barcelona neste domingo (8) para protestarem contra a independência da Catalunha e pedir que a Espanha siga unida. Os manifestantes, convocados por associações contrárias ao referendo separatista do território catalão, também se concentraram para agradecer à Polícia e à Guarda Civil espanholas pela defesa da ordem constitucional e o seu "exemplar comportamento" no domingo passado (1), quando ocorreu a votação, considerada ilegal por Madri.   

Na ocasião, cerca de 900 pessoas ficaram feridas nos confrontos com as forças de segurança. Convocados pela organização Sociedade Civil Catalã sob o lema "Basta! Recuperemos a sensatez", os cidadãos percorreram o centro da capital catalã com bandeiras da Espanha, da Catalunha e da União Europeia, gritando palavras como "Viva a Espanha e Viva a Catalunha!".   

Gritos de "Juntos somos mais fortes", "Catalunha é Espanha" e "Não estamos sozinhos" também foram entoados. De acordo com a polícia de Barcelona, cerca de 350 mil pessoas estão participando dos atos. Por sua vez, os organizadores do protesto afirmaram que quase um milhão de espanhóis compareceram.   

As manifestações ocorrem dias antes do líder da Catalunha, Carles Puigdemont, fazer uma possível declaração de independência, alegando ter recebido o apoio de 90,18% dos eleitores no referendo.   

Ontem (7), diversos atos também foram registrados em Madri e em outras cidades espanholas. Além disso, o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, disse que vai suspender o status de região autônoma da Catalunha caso a declaração se torne, de fato, real. Dias antes, Rajoy havia afirmado que o ideal seria novas eleições regionais na Catalunha para pôr fim na crise entre o território catalão e Madri. Entretanto, o Tribunal Constitucional da Espanha suspendeu, por medida cautelar, a sessão do Parlamento da Catalunha agendada para segunda-feira (9), na qual era esperado que o governo catalão declarasse a separação.   

A tensão entre o governo espanhol e a Catalunha também causou mal estar junto as empresas. Pelos menos três dos principais bancos da região decidiram transferir sua sede social para fora da Catalunha. A Catalunha é uma região autônoma da Espanha, com 7,5 milhões de habitantes. Mais de 90% das 2,3 milhões de pessoas que votaram no referendo no dia 1º apoiam a independência da região da Espanha, segundo dados oficiais.   

No entanto, o número de participantes no referendo representa apenas 43% do total de 5,3 milhões de votantes na Catalunha, visto que muitos opositores à independência resolveram não participar da votação. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos