Supremacistas brancos voltam a protestar em Charlottesville

ROMA, 8 OUT (ANSA) - Dois meses após violentos protestos, a cidade de Charlottesville, no estado norte-americano da Virgínia, foi palco de uma nova manifestação na noite deste sábado (7) contra a remoção de uma estátua confederada.   

Liderados por Richard Spencer, ativista conhecido como "Alt-Right", alguns nacionalistas carregavam tochas e se reuniram no Emancipation Park, perto de uma estátua coberta do general confederado Robert E. Lee, cuja remoção foi bloqueada por um tribunal.   

Em sua conta no Twitter, Spencer publicou um vídeo mostrando o ato em que dezenas de militantes entoaram gritos como "Você não nos substituirá" e "Nós estaremos de volta".   

Por sua vez, o prefeito de Charlottesville, Mike Signer, respondeu irritado com um tuíte dizendo aos manifestantes para que voltassem a suas casas.   

Em agosto o local foi palco de confrontos violentos entre supremacistas e membros de grupos antifascistas. Na ocasião, uma mulher foi morta após ser atropelada. Desde os choques, a estátua do general Lee permanece encoberta com uma lona preta.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos