Cidade proíbe obra para 'maior mesquita do norte da Itália'

MILÃO, 10 OUT (ANSA) - A Câmara Municipal da cidade de Sesto San Giovanni, nos arredores de Milão, barrou na última segunda-feira (9) o projeto para a construção daquela que estava sendo chamada de "a maior mesquita do norte da Itália".   

Segundo uma nota da Prefeitura, a obra foi cancelada por conta de "diversas falhas sérias e repetidas" do Centro Cultural Islâmico, entidade responsável pelo projeto. O comunicado explica que a instituição não pagou ao poder público os 320 mil euros que seriam usados para obras no entorno do templo religioso.   

Além disso, o Centro Cultural Islâmico descumpriu o prazo para o início da construção, previsto para setembro de 2016, e apresentou um projeto com falhas. "É um momento importante. As graves falhas do centro islâmico não poderiam mais ser escondidas. O diálogo com a comunidade islâmica permanece aberto e, nas próximas semanas, pretendemos fazer uma reunião inter-religiosa", explicou o prefeito de Sesto San Giovanni, Roberto Di Stefano.   

No fim de agosto, a Prefeitura de Sesto San Giovanni e o Centro Cultural Islâmico já haviam trocado farpas pelo fato de a Câmara Municipal ter vetado a realização da Festa do Sacrifício, uma das principais celebrações do calendário muçulmano. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos