Em recado a Trump, Nobel da Paz defende pacto nuclear com Irã

ROMA, 10 OUT (ANSA) - A Campanha Internacional para a Abolição das Armas Nucleares (Ican), vencedora do Nobel da Paz em 2017, saiu em defesa do acordo sobre o programa atômico do Irã, que corre o risco de ser anulado pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.   

"O acordo com o Irã foi excelente, evitou uma guerra, salvou vidas e deveria ser apoiado por todos", declarou a presidente da Ican, Susi Snyder, durante uma visita nesta terça-feira (10) a Roma para receber o prêmio "Archivio Disarmo", concedido por uma entidade italiana que promove o desarmamento.   

"A Aiea [Agência Internacional de Energia Atômica] já disse que o Irã está fazendo tudo aquilo que deveria fazer. Devemos confiar nos especialistas", acrescentou Snyder. Nos últimos dias, Trump acusou Teerã de não cumprir os termos do acordo assinado em 2015 e de desenvolver armas nucleares.   

Na próxima quinta-feira (12), o presidente deve anunciar se mantém ou retira os Estados Unidos do pacto. Firmado pelo Irã e pelas maiores potências do planeta, o tratado prevê a eliminação das sanções impostas à economia iraniana pela comunidade internacional.   

Em troca, o país persa se comprometeu a limitar suas atividades nucleares, reduzir seu número de centrífugas de 19 mil para 6,1 mil em 10 anos e permitir inspeções periódicas da Organização das Nações Unidas (ONU). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos