Ídolos da natação italiana batem boca nas redes sociais

ROMA, 10 OUT (ANSA) - A natação da Itália vive uma enorme crise.   


Após Filippo Magnini ter virado alvo de uma investigação por doping, dois dos maiores nadadores do país, Federica Pellegrini e Gregorio Paltrinieri, iniciaram uma troca de farpas por causa de uma premiação.   


Tudo começou quando o técnico de Paltrinieri, Stefano Morini, foi escolhido como o melhor treinador do país pela Federação Italiana de Natação em 2017. A decisão foi duramente criticada nas redes sociais por Pellegrini, que achou que a honraria devia ser dada a seu técnico, Matteo Giunta.   


"Agora temos a certeza de como essas eleições funcionam", escreveu a "Divina", com tom irônico, em seu perfil no Facebook.   


Em uma entrevista ao diário "Il Giornale", Paltrinieri rebateu a colega. "Não queria acreditar quando li aquilo. Encontrei palavras que eram pouco respeitosas a Morini ", disse o medalhista olímpico.   


A nadadora não deixou barato e explicou os motivos que a fazem acreditar que Giunta devia ser premiado. "Os resultados deste ano são incontestáveis. Duas medalhas mundiais de ouro no mesmo ano com a mesma atleta. Me desculpe, mas ninguém ganhou isso neste ano", escreveu. Paltrinieri não perdeu viagem e retrucou.   


"Entendo o desejo de defender os méritos incontestáveis de seu técnico, mas isso não deve ser feito negligenciando o trabalho dos outros. Federica é boa, é forte, mas, repito, isso é um prêmio, não é nada. Desnecessário questionar a lisura da votação. Morini ganhou quatro medalhas mundiais com seus atletas neste ano. Ponto", rebateu.   


A discussão via rede social acabou com uma ameaça de processo de Pellegrini. "Claro que, quando você se aborrece de ser mal pago por alguém, você é forçado a dizer algumas coisas. A falta de respeito significa insultar... E alguém será processado por isso. Tenho uma mente pensante e livre", concluiu a "Divina".   


A briga virtual ganhou tamanha proporção que fez a Federação Italiana de Natação abrir uma investigação para apurar o desentendimento. Paltrinieri, 23 anos, é um dos grandes nomes da natação italiana, sendo medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Já Pellegrini possui duas medalhas olímpicas, uma de ouro, conquistada em 2008, e outra de prata, em 2004. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos