Em premiação, Eminem chama Trump de racista em novo rap

NOVA YORK, 11 OUT (ANSA) - Em um vídeo exibido durante a premiação BET Hip Hop na noite desta terça-feira (10), o rapper Eminem chamou o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de racista e pediu aos seus fãs para não apoiarem o republicano.   

Nas imagens, Eminem aparece encapuzado e, em tom revoltado, fala com seu peculiar freestyle, diante de sua equipe em um estacionamento. No rap, ele descreve o magnata como incompetente e preconceituoso. "Racismo é a única coisa na qual ele é fantástico".   

"É melhor que a gente respeite o Obama, porque agora nós temos um kamikaze no cargo, que provavelmente vai provocar um holocausto nuclear", afirmou Eminem, fazendo referência às mensagens polêmicas de Trump no Twitter contra o líder norte-coreano Kim Jong-Un.   

No fim da gravação, o rapper, que mais vendeu álbuns na história do hip hop, pede a seus fãs que reneguem Trump. Esta não é a primeira manifestação do cantor contra o chefe de Estado norte-americano. Há um ano, Eminem também lançou uma música que era uma crítica a Trump durante a eleição presidencial. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos