Temer decide revogar 'direitos' de Cesare Battisti

SÃO PAULO, 11 OUT (ANSA) - O governo do presidente Michel Temer decidiu nesta quarta-feira (11) revogar a condição de refugiado de Cesare Battisti. Com isso, o italiano poderá ser extraditado caso o Supremo Tribunal Federal (STF) não conceda um habeas corpus preventivo a ele, informou o jornal "Folha de São Paulo".   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos