Reservas de hotéis na Catalunha caem 50% após plebiscito

MADRI, 12 OUT (ANSA) - O processo separatista na Catalunha começa a provocar efeitos sobre o turismo, um dos motores da economia da comunidade autônoma. Desde o controverso plebiscito de 1º de outubro, as reservas em hotéis da região caíram pela metade em relação à média da estação, segundo a Foment del Treball, principal entidade patronal catalã.   

De acordo com a organização, além da redução de 50% no número de reservas hoteleiras, a comunidade autônoma sofreu uma queda de 30% na chegada de turistas. "O incerto caminho das forças políticas, com uma estreita maioria no Parlamento, superou as fronteiras da ilegalidade, levando o país ao descrédito internacional", diz uma nota da Foment del Treball, que é contra a independência.   

Já a Gremi de Restauració, que reúne os empresários do setor de restaurantes na Catalunha, afirmou que a diminuição das vendas está entre 25% e 30%, número que a entidade atribui não apenas ao plebiscito, mas também às recorrentes manifestações contra o turismo de massa em Barcelona e ao atentado nas Ramblas.   

A Catalunha é a região mais próspera da Espanha e responde por 19% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional, sendo que boa parte dessa riqueza se deve ao turismo, capitaneado por sua capital, Barcelona. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos