Califórnia tem número recorde de mortos em incêndio

SONOMA E SÃO FRANCISCO, 13 OUT (ANSA) - Subiu para 31 o número de mortos na série de incêndios florestais que atinge a Califórnia, no oeste dos Estados Unidos, desde o começo da semana.   

O falecimento de mais duas pessoas foi confirmado durante a madrugada desta sexta-feira (13) pelo xerife do condado de Sonoma, um dos mais atingidos pelas chamas, junto com o de Napa, no coração da região produtora de vinhos na Califórnia.   

O balanço é o mais grave já registrado em incêndios na história do estado para um período de uma semana. O recorde anterior era de 1933, quando chamas no Griffith Park, em Los Angeles, mataram 29 pessoas.   

Os incêndios desta semana também deterioraram a qualidade do ar na baía de São Francisco e forçaram escolas a suspenderem as aulas. Além disso, muitas pessoas passaram a usar máscaras cirúrgicas para sair na rua.   

Diversos eventos programados para o fim de semana foram cancelados, como a meia maratona de São Francisco. Segundo as autoridades locais, a qualidade do ar em grande parte da região caiu para os níveis das cidades mais poluídas da China.   

Entre o fim de setembro e o início de outubro, a Califórnia, estado mais rico dos EUA, costuma conviver com clima quente e seco, condição propícia para o surgimento de incêndios. Nos últimos dias, esse cenário foi agravado por fortes ventos, que serviram para propagar as chamas. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos