Colômbia 'blinda' acordo com Farc por 12 anos

BOGOTÁ, 13 OUT (ANSA) - O acordo de paz entre o governo e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), que agora são um partido político, não poderá ser modificado nem discutido pelos próximos 12 anos.   

A decisão é da Corte Constitucional do país e foi tomada para dar estabilidade e segurança jurídica. "É um convite para que as instituições adotem o acordo final como referência para a elaboração das normas de implantação", disse o alto comissário para a paz na Colômbia, Sergio Jaramillo.   

Com isso, os governos futuros serão obrigados a cumprir os pontos que foram acertados no tratado. Já Luis Guillermo Guerrero, presidente da Corte Constitucional, comentou que a decisão é "uma garantia legal de estabilidade jurídica do acordo", além de dar "tranquilidade aos ex-combatentes das Farc".   

A guerrilha se tornou um partido político no início de setembro e passou a se chamar Força Alternativa Revolucionária da Colômbia. A guerra entre as Farc e o Exército colombiano durou mais de 50 anos e deixou cerca de 220 mil mortos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos