Em audiência, Papa critica mercado e 'pressões de lobistas'

VATICANO, 20 OUT (ANSA) - Em audiência organizada pela Pontifícia Academia de Ciências Sociais da Santa Sé, no Vaticano, o papa Francisco criticou nesta sexta-feira (20) a exploração do planeta e alertou sobre a desigualdade social.   

"Precisamos nos libertar das pressões de lobistas públicos e privados que defendem apenas interesses setoriais e devemos superar as formas de preguiça espiritual. É preciso que a ação política seja colocada verdadeiramente a serviço da pessoa humana, do bem comum e do respeito à natureza", disse o Pontífice.   

O líder católico ainda alertou sobre como o lucro excessivo pode ocasionar a desigualdade social e a degradação do planeta. "Se no fim o lucro prevalecer, a democracia tende a se tornar uma plutocracia, e isso aumentará as desigualdades e também a exploração do planeta", acrescentou.   

Francisco também disse que é necessário "civilizar o mercado" e pedir para ele não ser "eficiente apenas na produção de riqueza, mas também para se colocar a serviço do desenvolvimento humano integral". (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos