Após vitória, Shinzo Abe promete 'agir' sobre Coreia do Norte

ROMA E TÓQUIO, 23 OUT (ANSA) - O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, fez seu discurso da vitória eleitoral nesta segunda-feira (23) e prometeu "agir fortemente" sobre a crise com a Coreia do Norte. "Como tinha prometido durante a campanha eleitoral, o meu compromisso é ocupar-me fortemente com a Coreia do Norte e, para isso, precisamos de uma diplomacia forte", disse aos japoneses.   


O discurso reforçou que Abe manterá sua promessa de rever a Constituição "pacifista" do Japão por conta das recentes ameaças de Pyongyang, que lançou dois mísseis que sobrevoaram o território japonês nos últimos meses.   


Desde o fim da Segunda Guerra Mundial, o país não tem um Exército que atue no exterior e apenas conta com "forças de defesa" interna. Por conta da derrota na Guerra, a Constituição tem um artigo, o número nove, que impede que um governo tenha militares que possam "afetar" a estabilidade da região.   


No entanto, Abe quer mudar a legislação e fazer com que o Japão volte a ter Forças Armadas. Até por conta disso, ele dissolveu o Parlamento e convocou as eleições antecipadas deste domingo.   


De acordo com os dados oficiais, a coalizão do premier, integrada pelo Partido Liberal Democrata (PLD) e pelo Komeito, obteve mais de dois terços dos 465 assentos disponíveis na Câmara Baixa. Mais de 30 milhões de eleitores foram às urnas neste domingo (22). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos