Mattarella confirma indicação de Visco para Banco Central

ROMA, 27 OUT (ANSA) - O presidente da Itália, Sergio Mattarella, firmou nesta sexta-feira (27) um decreto em que mantém o atual líder do Bankitalia (o Banco Central do país), Ignazio Visco, no cargo. A confirmação vem um dia após o primeiro-ministro italiano, Paolo Gentiloni, indicar Visco para mais um mandato e do nome dele ter sido aprovado, mesmo que em decisão não vinculante, pelo conselho superior da entidade. Mattarella confirmou a nomeação após uma reunião do Conselho de Ministros, em que os chamados "renzianos", os mais próximos ao ex-premier Matteo Renzi, não compareceram.   

A indicação de Gentiloni "contrariou" essa ala do Partido Democrático (PD) e, por conta disso, Graziano Del Rio, Maria Elena Boschi, Luca Lotti e Maurizio Martina não compareceram ao encontro.   

Outros membros do PD, no entanto, participaram dos debates e concordaram com a indicação. Após a confirmação, Renzi foi questionado em um evento sobre a escolha de Gentiloni e afirmou que isso não abala a relação entre os dois.   

"O nosso relacionamento é de longa data. Eu o defendi quando queriam tirá-lo das listas em 2013, o coloquei como ministro das Relações Exteriores em novembro de 2014, e sugeri seu nome como meu sucessor em 2016. Acredito que ele sempre fez bem o seu trabalho. Não compartilho com ele sobre essa escolha, mas respeito o presidente do Conselho e suas funções. E temos ainda mil batalhas para fazermos juntos", disse o ex-premier. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos