Cientistas descobrem cavidade misteriosa em pirâmide no Egito

ROMA, 03 NOV (ANSA) - Um grupo de cientistas descobriu nesta quinta-feira (2) uma enorme "cavidade" no interior da pirâmide de Queóps, no Egito.   


Os cientistas do projeto "Scan Pyramids" usaram uma técnica não invasiva que permite observar através das estruturas da pirâmide para descobrir possíveis espaços internos desconhecidos.   


A cavidade descoberta foi chamada de 'grande vazio' e, de acordo com os cientistas, tem por volta de 30 metros de comprimento e é muito similar a grande galeria, a maior sala da pirâmide até hoje conhecida.   


Um dos integrantes do grupo de cientistas, o japonês Kunihiro Morishima, comentou que é uma descoberta "emocionante", já que essa grande estrutura "nunca foi tocada desde a construção da pirâmide".   


Já o pesquisador Mehdi Tayoubi, explicou que a descoberta é "impressionante" e que "não era prevista por nenhum tipo de teoria estabelecida até agora".   


Os pesquisadores não sabem se tem alguma coisa dentro do "grande vazio", mas já estão estudando alguma possibilidade de explorar esse espaço sem usar nenhum recurso destrutivo. Localizada no complexo de Gizé, próximo a Cairo, a pirâmide de Queóps possui 139 metros de altura e 230 de largura. O monumento está perto da Grande Esfinge e das pirâmides de Quéfren e Miquerinos.(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos