Mais de 20 pessoas morrem em naufrágio de bote no Mediterrâneo

ROMA, 03 NOV (ANSA) - Um navio militar espanhol encontrou nesta sexta-feira (3), no Mar Mediterrâneo, 23 cadáveres em um bote inflável seminaufragado que seguia rumo à Itália. Outras 64 pessoas que viajavam na mesma embarcação foram tiradas da água com vida.   

O bote foi visto no mar por um helicóptero do navio Cantabria, que faz parte da operação da União Europeia contra o tráfico de humanos na região, e o salvamento foi coordenado pela central da Guarda Costeira italiana em Roma.   

Ainda existe o temor de que outros indivíduos tenham afundado no mar. Apenas nesta sexta-feira, foram realizadas seis ações de resgate no Mediterrâneo Central, totalizando cerca de 700 pessoas salvas.   

A tragédia ocorre em um momento de desaceleração da crise migratória na região, após a Itália ter registrado recorde de chegadas de deslocados externos em 2016. Entre 1º de janeiro e 3 de novembro de 2017, 111.716 migrantes forçados desembarcaram em portos italianos, número 29,97% menor que o do mesmo período do ano passado. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos