Distrito de Roma dissolvido por ação da máfia vai às urnas

ROMA, 05 NOV (ANSA) - Após mais de dois anos sob intervenção do governo da Itália por causa de infiltrações da máfia, Ostia, distrito litorâneo da capital Roma, vai às urnas neste domingo (5) para o primeiro turno das eleições que definirão seu novo presidente e seu conselho municipal.   

O distrito possui 230 mil habitantes - o equivalente a uma cidade italiana de médio porte - e 185 mil eleitores, o que o transforma no território mais populoso que já sofreu uma intervenção do governo devido a ações da máfia.   

Famosa pelos sítios arqueológicos e por ter sido palco do assassinato do cineasta Pier Paolo Pasolini, em 1975, Ostia teve sua administração dissolvida pelo Conselho dos Ministros em meados de 2015, após uma investigação ter descoberto a infiltração das famílias criminosas Fasciani, Triassi e Spada nas instituições locais.   

O então presidente do distrito, Andrea Tassone, do centro-esquerdista Partido Democrático (PD), liderado por Matteo Renzi, foi preso e condenado a cinco anos de cadeia. A candidata favorita para sua sucessão é Monica Picca, da legenda ultranacionalista Irmãos da Itália (FDI) e apoiada também pela centro-direita.   

Sua principal adversária e possível rival no segundo turno é Giuliana Di Pillo, do Movimento 5 Estrelas (M5S) - a votação em Ostia é vista como uma espécie de teste para a prefeita de Roma, Virginia Raggi, que está há quase um ano e meio no poder e, em 2016, obteve 46% das preferências no distrito no primeiro turno e 76% no segundo.   

Já a centro-esquerda, criticada pela população por causa da decisão de manter Ostia sob intervenção por tanto tempo, deve perder espaço. As eleições também podem dar um impulso ao movimento neofascista CasaPound, que gastou bastante energia na campanha e tenta colocar seus primeiros representantes nas instituições da capital.   

No entanto, o candidato do grupo, Luca Marsella, recebeu apoio público do clã Spada, mesmo prometendo luta "incansável" contra a máfia. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos