Após antissemitismo, cartolas italianos visitam Auschwitz

AUSCHWITZ, 6 NOV (ANSA) - A prefeita de Roma, Virginia Raggi, centenas de estudantes e dois cartolas italianos visitaram nesta segunda-feira (6) o campo de concentração nazista de Auschwitz, na Polônia. Todos os anos, a Prefeitura romana organiza a viagem com centenas de estudantes para que os alunos conheçam e entendam o significado do Holocausto e dos horrores da Segunda Guerra Mundial.   


No entanto, neste ano, Raggi decidiu convidar o presidente da Associação Italiana de Jogadores de Futebol (AIC, na sigla em italiano), Damiano Tommasi, e o ex-responsável pelo departamento de juniores da AIC, Simone Perrotta, após o ato antissemita de torcedores da Lazio no estádio Olímpico.   


No dia 22 de outubro, torcedores de uma organizada da Lazio distribuíram fotos da menina Anne Frank, que morreu em um campo de concentração nazista, com uma camiseta da Roma. A medida causou revolta entre lideranças políticas e religiosas na Itália e, nos jogos seguintes, os atletas de todos os times da Série A entraram em campo para combater o antissemitismo e leram trechos do "Diário de Anne Frank".   


Neste ano, 128 estudantes de 32 escolas de Roma, além de membros da Prefeitura e da comunidade judaica da capital italiana estão visitando os locais mais significativos dos campos de concentração dos nazistas. A viagem segue até a quarta-feira (8). (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos