Polícia descarta terrorismo interno em massacre de igreja

WASHINGTON, 6 NOV (ANSA) - As autoridades do Texas informaram que o autor do massacre em uma igreja em Sutherland Springs, Devin Kelley, teve "motivações familiares" para abrir fogo. Em uma coletiva de imprensa, os policiais descartaram as possibilidades de terrorismo nacional ou de um ato de "natureza religiosa ou racial".   

Testemunhas relatram que Kelley tinha problemas com a sogra, que frequentava a igreja, mas que não estava no local no momento do massacre. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos