Ex-ministro galês acusado de assédio é achado morto

LONDRES, 07 NOV (ANSA) - Um ex-ministro trabalhista do País de Gales, no Reino Unido, foi encontrado morto nesta terça-feira (7), em sua casa, após ter sido acusado de assédio sexual.   

Carl Sargeant, 49 anos, havia sido demitido do cargo de secretário de Gabinete para a Infância (o equivalente a ministro no território) e suspenso pelo Partido Trabalhista por causa das suspeitas de "condutas impróprias" que pairavam contra ele.   

Em um primeiro momento, Sargeant, casado e pai de dois filhos, pedira uma investigação independente e garantira sua inocência, mas ele acabou encontrado morto em sua casa, em Connah's Quay, norte do País de Gales. A suspeita é de suicídio.   

Por meio de um comunicado, a família disse estar "devastada" pela morte do ex-secretário, enquanto o líder do Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn, afirmou que a notícia é "profundamente chocante".   

A morte de Sargeant acontece em meio a uma série de denúncias de assédio sexual contra parlamentares do Reino Unido, que já derrubaram o secretário de Defesa do país, Michael Fallon.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos