Em 1979, Meryl Streep acusou Dustin Hoffman de assédio

ROMA, 9 NOV (ANSA) - Em uma entrevista dada à revista "Times", em 1979, a atriz Meryl Streep acusou Dustin Hoffman de assédio no dia em que se conheceram. Por conta das novas denúncias contra o artista, a matéria voltou à tona nesta semana.   


"Ele veio até mim e disse: 'Eu sou Dustin (arrotou) Hoffman' e colocou a mão dele no meu seio. Mas que porco desagradável, eu pensei", contou à publicação à época. Naquele ano, os dois contracenaram no longa "Kramer vs Kramer", que recebeu uma série de premiações no Oscar.   


Em outra entrevista, que foi para a biografia de Streep, ela relatou uma série de brigas com Hoffman em outros momentos da carreira artística dos dois.   


No entanto, após a repercussão dessa entrevista à revista, um dos assessores da atriz afirmou ao site "E!News" que "Dustin se desculpou pela ofensa e Meryl aceitou suas desculpas".   


A matéria surge em um momento que uma série de denúncias contra produtores, diretores e atores de Hollywood começaram a surgir em massa nos Estados Unidos. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos