Francisco abre processo para canonizar papa João Paulo I

CIDADE DO VATICANO, 9 NOV (ANSA) - O papa Francisco autorizou nesta quinta-feira (9) que a Congregação da Causa dos Santos do Vaticano promulgue o decreto sobre as "virtudes heroicas do Servo de Deus João Paulo I (Albino Luciani)".   

Esse é o primeiro passo para o processo de canonização na Igreja Católica, tornando a pessoa um "Venerável". Depois dessa declaração, que é o processo mais longo e minucioso, vem a beatificação - onde é necessário comprovar um milagre do "candidato", exceto no caso dos mártires.   

A terceira e última etapa é a canonização, que exige a comprovação de um segundo milagre por intercessão do beato. Caso atinja esse ponto, ele se torna um dos santos da Igreja.   

O italiano Albino Luciani nasceu em 17 de outubro de 1912, na atual localidade de Canale d'Agordo, e foi ordenado bispo em 1958. Onze anos depois, ele foi ordenado cardeal e tornou-se Papa em 26 de agosto de 1978. No entanto, ele ficou no cargo por apenas 33 dias, morrendo em 28 de setembro.   

Apesar do Vaticano informar que ele morreu de um ataque cardíaco fulminante, por conta de sua conhecida condição de saúde frágil, em seus aposentos na cidade-Estado, existem diversas "teorias conspiratórias" sobre sua morte.   

Isso porque, por conta de seu carisma com os fiéis e sua postura de renovação, ele teria "irritado" os conservadores da Igreja Católica. No entanto, nada foi comprovado sobre isso. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos