Ex de Berlusconi terá que devolver pensão milionária

MILÃO, 16 NOV (ANSA) - A ex-mulher de Silvio Berlusconi, Veronica Lario, terá que devolver 60 milhões de euros para o ex-premier após a Corte de Apelação de Milão considerar que ela não deveria estar recebendo pensão do político.   

A decisão do Tribunal, divulgada nesta quinta-feira (16), tomou como base uma recente mudança na legislação italiana, que prevê que o pagamento de pensão para o cônjuge não deve ser feito se a pessoa for autossuficiente.   

Antes, a definição se o parceiro ou parceira tinha direito ao benefício era feita com base no estilo de vida que ela teve durante o casamento. Segundo a defesa de Berlusconi, o patrimônio líquido de 16 milhões de euros, mais as joias e as sociedades imobiliárias de Lario, mostram que ela tem a possibilidade de se sustentar.   

O caso da pensão de Berlusconi para Lario, que é mãe dos três filhos do ex-primeiro-ministro, se arrasta há anos na Justiça.   

O casal se afastou em 2009, quando Berlusconi foi ao aniversário de 18 anos da jovem Noemi Letizia. Na época, Lario declarou que aquilo foi a "gota d'água", já que o líder do Força Itália não participava sequer dos aniversários dos próprios filhos. Os dois se separaram, de fato, em 2012 e, atualmente, ela mora em uma das mansões da família, que tem 120 mil metros quadrados.   

A defesa de Lario alegava que precisava receber uma alta pensão por conta dos custos elevados de manutenção da residência.   

O montante definido pela Justiça refere-se ao período a partir de março de 2014, quando eles se divorciaram oficialmente.   

(ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos