Polícia de Lisboa mata brasileira a tiros por engano

SÃO PAULO, 16 NOV (ANSA) - Uma brasileira de 36 anos, Ivanice Carvalho da Costa, foi morta por engano pela polícia de Lisboa, em Portugal, na madrugada de ontem (15). O carro em que ela estava foi atingido por mais de 20 tiros, após ser confundido com o veículo de um grupo de assaltantes.   

Os policiais estavam em uma operação de busca por um carro Seat Leon preto usado por ladrões no roubo de um caixa eletrônico em Almada, na região de Lisboa.   

Por volta das 3h30 locais, alguns agentes deram uma ordem de parada para o motorista de um Renault Megane preto, que se assustou e tentou recuar com o carro. O motorista, um brasileiro que não tinha habilitação e nem seguro do carro, furou a barreira policial. Mais de 20 disparos atingiram o veículo e mataram Ivanice. Em um comunicado oficial, a polícia de Lisboa disse que o carro "aparentava corresponder às características do veículo suspeito", além de ter desrespeitdo a ordem de parada e tentado atropelar os agentes. A embaixada do Brasil em Portugal disse "lamentar profundamente" o ocorrido.   

Ivanice se mudou para Portugal com 19 anos de idade e, desde então, trabalhava no mesmo emprego, em uma loja de departamentos no aeroporto de Lisboa. Na hora do incidente, ela estava indo ao trabalho. O motorista era seu companheiro afetivo. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos