Veneza faz acordo para proteger praça San Marco de acqua alta

VENEZA, 16 NOV (ANSA) - Um acordo para proteger a famosa praça San Marco, uma das principais áreas da parte mais baixa de Veneza, da "acqua alta", fenômeno de maré alta bastante comum na cidade, foi assinado nesta quinta-feira (16) na sede das Obras Públicas Provinciais.   

O projeto, firmado com o Consorzio Venezia Nuova, foi confiado às empresas Thetis e Kostruttiva, juntamente com o conselho da faculdade de Hidráulica da Universidade de Pádua e do Iuav de Veneza. O objetivo é encontrar possíveis intervenções, além do sistema "Mose", para proteger especificamente a área atingida pelo fenômeno da "acqua alta$escape.getQuote().A ideia é que estudos e análises sejam concluídos até o final de janeiro do próximo ano. A solução para um dos problemas envolvendo a alta da maré tem sido, durante séculos, o centro de crônicas e de várias propostas na cidade italiana."A quota de salvaguarda de acordo com o projeto é de 110 centímetros", diz o projeto. Além disso, o documento considera que é preciso operar para evitar os alagamentos na área marciana - atualmente, em frente à Basílica e em algumas áreas da região, o nível de água "alta" atinge 70 centímetros.   

O acordo ainda prevê uma avaliação final dos estudos e a decisão de um limite de "aceitação". O fenômeno de enchente é recorrente na cidade. Chamado de "acqua alta", ele acontece geralmente na primavera, por conta da maré alta do mar que acaba atingindo a região. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.


Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos