Wada mantém suspensão contra agência antidoping da Rússia

MOSCOU, 16 NOV (ANSA) - A Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês) manteve a suspensão do laboratório antidoping da Rússia nesta quinta-feira (16) e aumentou os rumores de que os atletas do país não poderão participar dos Jogos Olímpicos de Inverno, que serão disputados em 2018.   


Em comunicado após uma reunião em Seul, os líderes informaram que a agência russa ainda não está pronta para ser reintegrada ao sistema internacional. Assim, os atletas do país não podem confirmar que estão competindo de "maneira limpa".   


O ministro do Esporte da Rússia, Pavel Kolobkov, afirmou à agência local Interfax que "lamenta" a decisão, mas ressaltou que o "diálogo continuará" com a Wada. Para Kolobkov, a participação dos russos nas Olimpíadas sul-coreanas não está em risco.   


Após ser acusada por um relatório do advogado Richard McLaren, encomendado pela Wada, de fazer um "doping sistêmico e de Estado" nos atletas do país, o governo russo chegou a admitir que "erros foram cometidos". No entanto, o Kremlin sempre negou que estivesse por trás, patrocinasse ou soubesse de um esquema do tipo.   


Por conta das acusações, os russos foram banidos dos Mundiais de cada categoria. Já o Comitê Olímpico Internacional (COI) suspendeu os atletas dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, disputados em 2016, e aguardava o relatório para definir a participação deles nos Jogos do Inverno.   


A decisão final sobre a Rússia deve sair de uma reunião do COI em dezembro. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos