Alerj revoga prisões de Picciani e 2 deputados

SÃO PAULO, 17 NOV (ANSA) - Por um placar de 39 a 18, a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) revogou nesta sexta-feira (17) as prisões do presidente da casa, Jorge Picciani, e dos deputados Paulo Melo e Edson Albertassi, investigados por corrupção, associação criminosa, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.   


Os três parlamentares estaduais pertencem ao PMDB e haviam se entregado à Polícia Federal na última quinta-feira (16), após uma ordem de prisão preventiva da Primeira Seção do Tribunal Federal da 2ª Região (TRF-2).   


Picciani, Melo e Albertassi são investigados na Operação Cadeia Velha por suspeita de terem recebido propina para favorecer interesses de empresas de transporte público. Durante a votação, a Polícia Militar reprimiu manifestantes que protestavam em frente à Alerj contra a soltura dos deputados. (ANSA)
Veja mais notícias, fotos e vídeos em www.ansabrasil.com.br.



Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos